Tag Archives: Neurociência

INTELIGÊNCIA POSITIVA E VOCÊ!
   12 de setembro de 2021   │     23:29  │  0

A Inteligência Positiva é uma indicação do controle que você tem sobre sua própria mente e o quão bem sua mente age em seu próprio benefício. Shirzad Chamine, Doutor em Neurociência e professor da Stanford University, Califórnia/USA.

Vamos conversar sobre Inteligência, Psicologia Positiva e Inteligência Positiva.

Inteligência é uma palavra de origem latina composta por duas outras: inter mais eligere. Inter significa “entre” ou “inter” e eligere significa “eleger”. Assim, com base na etimologia do termo já podemos lembrar que a inteligência consiste em eleger uma opção entre duas ou mais possibilidades apresentadas. A questão é: qual das opções é a melhor?

Neurociência consiste no estudo do sistema nervoso, em especial o cérebro e as redes neurais. Frank Amthor (2017), em sua obra Neurociência para leigos, nos informa, logo no início:

Embora este livro seja sobre Neurociência, o estudo do sistema nervoso, ele é principalmente sobre o cérebro, onde a maioria da ação do sistema nervoso acontece, em termos neurais. (O sistema nervoso central é formado por cérebro, retina e medula espinhal). Se seu cérebro funciona bem, você pode ter uma vida longa, feliz e produtiva (salvo algumas circunstâncias infelizes, claro).[1]

Pois bem, Shirzad Chamine (2013), autor da livro Inteligência Positiva, nas primeiras páginas da sua aplaudida obra escreve:

Como já comentei, sua mente é sua melhor amiga, mas também é sua pior inimiga. A Inteligência Positiva mede a força relativa desses dois modos da sua mente. Uma Inteligência Positiva Alta significa que sua mente age como sua amiga bem mais do que como sua inimiga. Portanto, a Inteligência Positiva é uma indicação do controle que você tem sobre sua própria mente e o quão bem sua mente age em seu próprio benefício.[2]

Vou usar aqui uma ilustração. No início do ano fui convidado para ministrar uma palestra sobre Comunicação Não-violenta e aceitei imediatamente, até porque já venho há pelo menos três anos lendo sobre o tema. Minha mente enviou-me imediatamente a mensagem: “Como você nunca ministrou palestra especificamente e somente sobre este tema, é necessário sentar para prepara a palestra”. Ok! Pensei eu! A minha mente está aqui me ajudando. Acontece que, se por algum motivo, eu tivesse acordado pela madrugada preocupado com a palestra – por exemplo, repetindo para mim mesmo, inúmeras vezes, que por ser um assunto inédito a palestra seria um fracasso e aumentando gradativamente um sentimento de ansiedade, sofrendo assim por antecipação – tudo isso indicaria que a minha mente etária trabalhando contra mim.

Bem, não é objetivo deste texto narrar a história pessoal de Chamine em que ele despertou para a elaboração da sua teoria sobre Inteligência Positiva – que foi elaborada naturalmente não só a partir do conhecimento científico que já possuía, mas também através de novas pesquisas envolvendo Neurociência, Ciência Organizacional e Psicologia Positiva que o levou a retomar seus próprios estudos sobre os mecanismos da mente que levam à felicidade ou à infelicidade ou ainda ao sucesso ou ao fracasso. Assim, Chamine (2013) afirma que tudo isso o levou a ter como foco duas dinâmicas relacionadas:

1.Nossa mente é nosso pior inimigo; ela abriga personagens que ativamente sabotam nossa felicidade e nosso sucesso. Esses sabotadores podem ser facilmente identificados e enfraquecidos.

2. Os “músculos” do cérebro que nos dão acesso à nossa grande sabedoria e discernimento ficam fracos depois de anos sem serem exercitados. Esses músculos cerebrais podem facilmente ser fortalecidos para nos dar maior acesso à nossa sabedoria mais profunda e poderes mentais inexplorados.[3]

Shirzad Chamine propõe em sua obra exercícios que se concentram em uma ou nas duas dinâmicas apresentadas que, segundo o neurocientista, conseguem aumenta a Inteligência Positiva das pessoas e, desta forma, aumentar a probabilidade de melhor desempenho, mais sucesso e mais felicidade. Quer saber mais? O próximo texto vai ser sobre “Como aumentar o seu Quociente de Inteligência Positiva”. Quer saber ainda mais? Leia o livro do Chamine.

Carlos Conce.

[1] Frank ANTHOR. Neurociência para leigos. Tradução: Samantha Batista. Editora Alta Books. Rio de Janeiro: 2017, p. 7.

[2] Shirzad CHAMINE. Inteligência positiva: por que só 20% das equipes e dos indivíduos alcançam seu verdadeiro potencial e como você pode alcançar o seu. Tradução: Regiane Winarsky. Editora Objetiva Rio de Janeiro, 2013, p. 14.

[3] Shirzad CHAMINE. Inteligência positiva: por que só 20% das equipes e dos indivíduos alcançam seu verdadeiro potencial e como você pode alcançar o seu. Tradução: Regiane Winarsky. Editora Objetiva Rio de Janeiro, 2013, p. 19.

Tags:, , , , , ,